Procurar
Close this search box.
O que visitar em Rennes Ruas

Rennes – O que visitar: roteiro de 1 dia (mapa incluído)

Rennes – O que visitar: roteiro de 1 dia (mapa incluído)

Conteúdo deste artigo

Visitar Rennes não estava propriamente no meu radar. Até que encontrei um voo barato para lá e decidi visitar a Rennes, juntamente com Nantes e o Monte Saint-Michel numa escapadinha de 3 dias.

O que visitar em Rennes Ruas

E que agradável surpresa que foi! Apesar de ter encontrado a cidade quase vazia, Rennes deixou a sua marca 🥰.

Localizada na região da Bretanha, Rennes é uma cidade estudantil (uma das maiores na Europa) e já foi considerada uma das melhores cidades para se viver em França.

O que visitar em Rennes

Rennes é uma cidade bem fotogénica, muito devido às suas casas típicas em madeira. Mas a cidade guarda outras surpresas. Se estão a planear uma viagem a Rennes, continuem, então, a ler este artigo para saberem todas as dicas para visitar Rennes: o que visitar, quando visitar, quantos dias são necessários e muito mais.

Qual a melhor altura do ano para visitar Rennes?

Estando localizada na região da Bretanha, não se pode esperar um clima fantástico em Rennes, especialmente no inverno (pode até nevar!). Os meses mais quentes são de junho a setembro e os mais chuvosos novembro, dezembro e janeiro.

O que visitar em Rennes

Assim, não há uma altura necessariamente ideal para visitar Rennes já que o tempo é um pouco incerto. No entanto, para aumentarem a probabilidade de bom tempo, sugiro visitar Rennes entre junho e setembro.

Quantos dias são necessários para visitar Rennes?

Dada a dimensão da cidade, um dia é suficiente para visitar Rennes. Os principais pontos de interesse estão localizados relativamente perto uns dos outros, facilitando a visita.

De qualquer forma, se optarem por ficar 2 dias em Rennes, no segundo dia podem aproveitar para visitar o Monte Saint-Michel, que é uma excelente day trip para quem visita Rennes.

O que visitar Monte Saint Michel Miradouro
Monte Saint-Michel

💡 DICA EXTRA: Se gostavam de saber como chegar ao Monte Saint-Michel desde Rennes e outras dicas para visitar aquele que é um dos locais mais emblemáticos em França, sugiro a leitura do meu guia completo para visitar o Monte Saint-Michel.

Como chegar a Rennes?

Rennes tem um aeroporto que, apesar de ser bastante pequeno, tem ligações com alguns países europeus, tais como:

  • Portugal (Porto, Lisboa)
  • Reino Unido (Londres)
  • Holanda (Amsterdão)
  • Alemanha (Frankfurt)

A cidade de Rennes tem também conexões aéreas com outras cidades francesas, tais como Lyon, Marselha, Nice, Paris e Toulouse.

Como chegar do aeroporto de Rennes ao centro da cidade?

A forma mais simples de viajar entre o aeroporto de Rennes e o centro da cidade é através de um autocarro direto (C6), que parte em frente à saída do aeroporto.

Rennes Transporte aeroporto

Este autocarro para na estação Republique (uma das mais centrais) e a viagem demora cerca de 20 minutos. O autocarro tem uma frequência de cerca de 20/30 minutos e os bilhetes custam 1,5€ e podem ser comprados diretamente ao condutor.

💡 DICA EXTRA: Sugiro a consulta da informação mais atualizada neste site.

Alojamentos em Rennes

Fiquei duas noites hospedada em Rennes e fiquei bastante satisfeita com o sítio que escolhi. Era um aparthotel bem localizado (a menos de 10 minutos a pé dos principais pontos de interesse da cidade) – Aparthotel Adagio Access Rennes Centre.

Apesar de ser percetível que o hotel tinha alguns anos, era bastante limpo, espaçoso e cómodo. Além disso, havia uma kitchenette no quarto, bastante útil para quem pretender cozinhar.

O que visitar em Rennes Ruas

No entanto, existem outras opções disponíveis em termos de alojamento na cidade de Rennes:

Qual a melhor forma de visitar Rennes?

Apesar de ser possível visitar Rennes a pé, já que os seus pontos de interesse são relativamente próximos, por vezes pode surgir a necessidade de utilizar algum transporte público para cobrir distâncias maiores.

E Rennes tem um sistema de metro bastante moderno e eficiente (nunca esperei mais de 2 a 3 minutos por um metro, mesmo ao fim de semana). Apesar de ser possível utilizar um cartão contactless (como o Revolut, por exemplo) para viajar, é possível comprar bilhetes nas máquinas disponíveis nas estações.

Cada bilhete individual custa 1,5€ e é válido por 1 hora. No entanto, existem outras opções disponíveis, como é o caso de 10 viagens por 14,5€. Mais informações disponíveis aqui.

💼 SEGURO DE VIAGEM: Para se sentirem mais tranquilos em viagem, recomendo a compra de um seguro de viagem. Os imprevistos acontecem e é melhor estar prevenido. Recorro habitualmente à IATI Seguros que apresenta uma das melhores relações qualidade-preço do mercado, um serviço 100% online e muito fácil de contratar. Reservem aqui o vosso seguro de viagem com a IATI e aproveitem um desconto de 5% por serem leitores do blogue. Para viajantes nómadas digitais ou viagens mais longas, a SafetyWing é outra excelente opção, com preços também altamente competitivos (seguros desde 45 USD para 4 semanas).

seguro IATI -5% desconto
Seguro da safetywing

O que visitar em Rennes?

Antes de iniciar a lista com os locais a visitar em Rennes, partilho um mapa com os principais pontos de interesse na cidade para vos ajudar a planear a viagem:

» Ruas de Rennes com casas em enxaimel

Este itinerário em Rennes começa com uma das partes mais cativantes na cidade: as suas ruas com as casas em enxaimel. Em muitas das ruas de Rennes (assim como noutras cidades na região da Bretanha), encontramos casas do tempo medieval feitas em enxaimel.

📝 INFORMAÇÃO ÚTIL: O enxaimel é uma técnica de construção antiga, em que se utilizavam vigas de madeira.

Ao passear pelo centro histórico de Rennes, será impossível não reparar nestas bonitas construções. Existem quase 400 espalhadas por toda a cidade 🥰.

Apesar de não terem sido todas construídas no mesmo período, há algo que é comum em todas as construções: o uso de cor. À semelhança do que acontecia com as esculturas presentes nas várias fachadas, as cores visavam representar o estatuto social dos seus donos.

Assim, sugiro uma visita a algumas das ruas onde podem encontrar as casas em enxaimel:

  • Rua Pont aux Foulons
  • Rua Saint Michel
  • Rua de Saint Guillaume
  • Rua Saint Sauveur
  • Rua de la Psalette
  • Rua Chapitre 

Ainda que todas as ruas sejam dignas de uma visita, destaco a casa número 3 na Rua de Saint Guillaume. É aqui que podemos encontrar a casa mais antiga de Rennes (conhecida como Ti-Coz), construída no início do século XVI.

» Mercado e Praça des Lices

Localizado na Place des Lices, o mercado Lices é o mais emblemático da cidade e ocorre todas as manhãs de sábado desde 1622. Aliás, este é o segundo maior mercado em França, com mais de 10.000 visitantes todos os fins de semana.

O que visitar em Rennes Mercado Lices

Mas, aquilo que hoje é um espaço procurado por locais aos fins de semana para comprar produtos bretões, chegou a ser o local onde decorriam disputas entre cavaleiros ou execuções na época medieval.

📝 INFORMAÇÃO ÚTIL: O mercado des Lices ocorre todos os sábados das 7h30 às 13h30. Fora deste período, a atmosfera na praça é bem diferente, uma vez que o mercado está fechado.

» Porte Mordelaise (porta)

Outro local que podem visitar em Rennes é uma das portas que servia de entrada à cidade amuralhada – Porte Mordelaise. Esta era a principal entrada na cidade de Rennes e o seu nome advém do facto de esta porta ligar Rennes à cidade de Mordelles.

O que visitar em Rennes Portes Mordelaises

Apesar de a construção atual ser mais recente, foram encontrados vestígios que a versão atual desta porta terá sido construída sobre uma base que data do século III.

Desde 2018 que está em curso um projeto cujo objetivo é o desenvolvimento da zona envolvente desta porta e das muralhas da cidade. A criação dos jardins da muralha irá permitir uma interpretação nova da história da cidade.

» Catedral de São Pedro

Atravessando a Porta Mordelaise, avistamos imediatamente a Catedral de São Pedro, com as suas duas torres com quase 50 metros de altura. E acreditem que o exterior do edifício não deixa antever o seu belíssimo interior. Este é mesmo um local a visitar em Rennes!

A história desta catedral está muito ligada aos Duques da Bretanha que eram coroados aqui após entrarem na cidade pela Porta Mordelaise. Apesar de a existência da catedral datar do século IV, já nada resta do edifício original.

O que visitar em Rennes Catedral

📝 INFORMAÇÃO ÚTIL: A entrada na Catedral de São Pedro é gratuita e está aberta todos os dias da semana.

» Praça da Câmara Municipal (Place de la Mairie)

Seguimos para uma das praças principais da cidade – Place de la Mairie. Aqui encontramos a Câmara Municipal de Rennes e, à sua frente, a Casa de Ópera de Rennes.

O que visitar em Rennes Camara Municipal
Place de la Mairie

Apesar de os edifícios terem sido construídos quase com um século de diferença, a forma como foram construídos faz parecer com que os dois edifícios encaixem um no outro.

O que visitar em Rennes Camara Municipal
Câmara Municipal de Rennes

Ainda que a melhor forma de apreciar a beleza da Casa de Ópera seja ao assistir um concerto, existem também algumas visitas guiadas a este monumento.

O que visitar em Rennes Opera
Casa da Ópera de Rennes

» Parlamento da Bretanha

Construído no século XVII, o Parlamento da Bretanha é um dos edifícios mais relevantes na cidade e um dos símbolos na história da região da Bretanha.

O que visitar em Rennes Parlamento da Bretanha

Enquanto o edifício conseguiu sobreviver ao flagrante incêndio que destruiu várias partes da cidade em 1720, acabou por sofrer num incêndio em 1994. Atualmente é possível visitar o seu interior através de visitas guiadas que nos mostram algumas das obras de arte existentes no seu interior😊.

» Palácio de São Jorge (Palais Saint-Georges)

Rumamos em direção ao Palácio de São Jorge, mais um edifício histórico em Rennes. Construído em 1670, chegou a ser uma abadia. Atualmente é considerado um monumento histórico em França, onde existem alguns serviços administrativos.

O que visitar em Rennes Palácio de São Jorge

O jardim existente no espaço exterior é bastante agradável, ainda que pequeno. Mas vale certamente a pena uma visita!

» Passeio junto ao rio Vilaine e Museu de Belas Artes

Está na hora de continuarmos a nossa visita até às margens do rio Vilaine – o rio que passa em Rennes. Depois de um breve passeio pelas suas margens (é uma área agradável, ainda que nada de especial!), sugiro outra paragem – Museu de Belas Artes.

O que visitar em Rennes Passeio junto ao rio Vilaine
Passeio junto ao rio Vilaine

Aberto no final do século XVIII, no Museu de Belas Artes de Rennes podemos encontrar obras de alguns pintores conhecidos, tais como Véronèse, Rubens e Picasso.

📝 INFORMAÇÃO ÚTIL: A entrada nas exposições permanentes no Museu de Belas Artes é gratuita. O Museu encontra-se aberto das 10h às 17h de terça a sexta-feira e até às 18h ao sábado e domingo.

» Jardim Thabor e Igreja Saint-Melaine

Está na hora de fechar o roteiro por Rennes e iremos fazê-lo com chave de ouro 😍. A primeira paragem é a Igreja Saint-Melaine, que fica localizada ao pé do Parque Thabor.

Esta igreja é dedicada aquele que é considerado o primeiro bispo de Rennes, tendo servido como catedral no século XIX, pois a Catedral de São Pedro tinha sido destruída.

📝 INFORMAÇÃO ÚTIL: A Igreja está aberta de segunda a sábado das 9h às 18h30 e das 14h às 18h30 ao domingo.

Com mais de 150 anos de história, o Parque Thabor é um dos pontos altos da visita a Rennes. Este parque com mais de 10 hectares é considerado um dos três jardins mais bonitos de França. Este é o local perfeito para terminar uma visita a Rennes, enquanto assistimos ao pôr do sol.

No jardim poderão encontrar jardins de estilo francês, inglês, um jardim de rosas, um café, entre muitas outras coisas.

📝 INFORMAÇÃO ÚTIL: O Jardim está aberto das 7h30 às 20h30 no verão e até às 18h30 no inverno.

Restaurantes em Rennes

Tive oportunidade de experimentar alguns restaurantes em Rennes e partilho aqui todas as dicas:

  • La Burger Attitude (€€): hamburgueria artesanal. O sabor dos hambúrgueres era bom e tinha imensas opções de escolha.
  • L’Instant Crêperie (€€): Provámos dois crepes salgados (um com salmão e outro com tomate e queijo de cabra). Apesar de ter achado bom, a certo ponto achei um pouco enjoativos.
  • Crêperie La Gavotte (€€): Não tivemos a oportunidade de provar os crepes salgados, mas os doces eram ótimos. Especialmente o de maçã e caramelo salgado!

Disclaimer: este post pode conter alguns links de afiliados, o que significa que eu ganho uma pequena comissão se comprarem através dos meus links. Isto não representa qualquer custo adicional para vocês e é uma forma de apoiarem o meu trabalho no blog😊

Partilhar este Post

SOBRE MIM

A Ticket To Take Off About Me

Sou a Mariana do Porto, Portugal. Tenho uma enorme paixão por viagens e tudo o que está relacionado com viajar. E foi exatamente isso que me levou a criar este blog: inspirar outros a viajar e ajudar no planeamento das suas viagens com as minhas dicas e itinerários. 

POSTS RELACIONADOS

PLANEAR A VIAGEM

POSTS EM DESTAQUE

PREPARAR A VOSSA VIAGEM

Alojamento Azul 3

Reservar os melhores alojamentos com o Booking

Atividades azul 3

Comprar os itens essenciais de viagem na Decathlon

Avião

Encontrar os voos mais baratos com o  Kiwi

Bilhetes

Encontrar as melhores atividades/tour com o GetYourGuide ou Viator

Seguro

Seguro de viagem da IATI com 5% de desconto ou da SafetyWing especializado em viajantes nómadas 

Reembolso Azul 3

Pedir compensação por voos cancelados/atrasados com a AirHelp

Aderir ao cartão Revoluto melhor cartão para poupar dinheiro a viajar

Carro azul

Reservar transfer de/para o aeroporto com a Welcome Pickups

TAMBÉM PODEM GOSTAR

DEIXEM O VOSSO FEEDBACK

Subscribe
Notify of

1 Comment
Inline Feedbacks
View all comments
Guia completo para visitar o Monte Saint-Michel (França) — A Ticket to Take Off
11 meses atrás

[…] Rennes, recomendo o Aparthotel Adagio Access Rennes Centre. Tem uma localização bastante central e uma […]